Aos 25 anos, grávida morre vítima da dengue em Campos

Foto do mosquito Aedes aegypti - Divulgação

Campos confirmou nessa segunda-feira (27) a segunda morte provocada pela dengue em 2024. A vítima é uma jovem de 25 anos, que estava grávida e que morava no Parque Guarus.

A morte aconteceu no dia 2 de abril, mas foi confirmada posteriormente depois de exames realizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen-RJ). Ela estava com 31 semanas de gestação.

“Lamentavelmente confirmamos a morte por dengue de uma gestante. Ela deu entrada no hospital no início de março com sintomas severos de insuficiência respiratória, tosse com sangramento, evoluindo para choque séptico, tendo de ser internada em CTI (Centro de Terapia Intensiva). E, após avaliação, obtivemos resultados positivos para dengue e para leptospirose. Isso deixou nossa equipe com uma dúvida sobre o diagnóstico e, por isso, pedimos suporte do Estado. Como a investigação com apoio da Secretaria de Estado de Saúde começou em março, somente agora obtivemos o resultado positivo para dengue. Esse é o segundo caso de morte por dengue em Campos dos Goytacazes”, disse o subsecretário de Vigilância em Saúde, Charbell Kury.

A primeira morte em decorrência da dengue aconteceu em fevereiro e acometeu um paciente de 64 anos, morador de Donana, do sexo masculino. No mesmo mês foi registrada a morte de um idoso de 72 anos, morador da localidade de Tocos, na Baixada Campista, por chikungunya. Ainda de acordo com o monitoramento feito pela Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SUBVS), dados acumulados entre a 1ª e 21ª Semana Epidemiológica de 2024 totalizam 13.603 notificações para dengue e 717 para chikungunya. Não há notificação para zika vírus.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here