Campos suspende temporariamente aplicação da segunda dose da Pfizer e AstraZeneca

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que a aplicação da segunda dose das vacinas Pfizer e AstraZeneca está temporariamente suspensa a partir desta segunda-feira (11) em Campos. A medida é necessária devido à insuficiência de doses em estoque e ausência de distribuição dos imunizantes por parte do Ministério da Saúde à Secretaria de Estado de Saúde (SES). A retomada da aplicação desses imunizantes ocorrerá assim que for entregue nova remessa.

A vacinação continuará exclusivamente com aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac para quem recebeu a 1ª dose até o dia 28 de março. A imunização será realizada no período diurno e noturno, com sete postos com atendimento das 9h às 16h. Outros quatros atendem das 18h às 22h. Na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) de Lagamar, em Farol de São Tomé, das 13 às 16h. Em todos os locais o atendimento é através de distribuição de senha.

A terceira dose (1ª reforço) para as pessoas com idade 18 anos ou mais e que tenham recebido a segunda dose há quatro meses. Para as gestantes e puérperas (45 dias após o parto), imunizadas com Pfizer ou CoronaVac, a terceira dose deve ser feita com o intervalo de cinco meses. Adolescentes ainda não estão inclusos nesse reforço e devem aguardar a convocação.

As pessoas com 18 anos ou mais que receberam a vacina da Janssen devem tomar uma dose de reforço dois meses após ter recebido a dose única. Já as gestantes continuam recebendo uma dose de reforço com o imunizante Pfizer.

Para receber a dose adicional, adolescentes de 12 a 17 anos imunocomprometidos com o esquema primário de duas doses completo, devem respeitar o intervalo de dois meses. No ato da vacinação é necessário apresentar laudo médico ou outro documento que comprove a condição.

A quarta dose (2ª dose de reforço) está disponível para todos os idosos com 80 anos ou mais, com intervalo mínimo de 4 meses a partir do primeiro reforço (3ª dose). Todos os imunocomprometidos acima de 18 anos, que receberam três doses no esquema primário (duas doses e uma dose adicional) administrada há 4 meses, também devem receber a quarta dose.

Entende-se por pessoas com alto grau de imunossupressão (imunocomprometidos): Imunodeficiência primária grave; Quimioterapia para câncer; Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras; Pessoas vivendo com HIV/AIDS; Uso de corticoides em doses maior ou igual a 20 mg/dia de Prednisona ou equivalente por maior ou igual a 14 dias; Uso de drogas modificadoras da resposta imune; Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias; Pacientes em hemodiálise; Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

Pessoas com 12 anos ou mais também podem ser vacinadas com a primeira dose se assim desejarem. Para receber a vacina é necessário levar documento com foto, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência. Já quem vai receber a 2ª da CoronaVac, 3ª e 4ª terá que apresentar, além dos documentos pessoais, o cartão da vacina contra a Covid-19. No caso das gestantes e puérperas são necessários documentos pessoais, comprovante de residência, cartão pré-natal e declaração médica.

VACINAÇÃO NOTURNA – A aplicação da vacina à noite obedece aos mesmos critérios da diurna, devendo comparecer aos postos quem vai receber a primeira, segunda e terceira dose, além da quarta dose para pessoas com idade acima de 80 anos. A imunização acontece das 18h às 22h, porém após as 20h não havendo frasco aberto, a administração da vacina será realizada a cada grupo de 5 pessoas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here