Campos: Educação de Jovens e Adultos (EJA) vai abrir período de matrículas neste mês de julho

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) vai abrir inscrições no dia 25 de julho para aqueles que querem concluir os estudos. Ao todo, 28 unidades escolares de Campos oferecem esta modalidade de ensino. Atualmente, a EJA tem 3.115 alunos nos anos iniciais e finais. O período de inscrições segue até o dia 5 de agosto.

Para fazer a matrícula, é necessário ter mais de 15 anos e se dirigir à unidade escolar, que oferece a EJA, mais próxima da residência, com documentos pessoais como Identidade, CPF e comprovante de residência. As aulas são presenciais e são oferecidos cadernos em forma de módulos que compõem os componentes curriculares. A coordenadora da EJA, Greice Souza, ressalta, ainda, que os professores que trabalham com esse público passam por treinamento específico, cursos de capacitação e contam com todo suporte pedagógico.

A EJA é uma modalidade de ensino criada pelo Governo Federal que perpassa todos os níveis da Educação Básica do país, destinada aos jovens, adultos e idosos que não tiveram acesso à educação na escola convencional na idade apropriada. Permite que o aluno retome os estudos e os conclua em menos tempo e, dessa forma, possibilita sua qualificação para conseguir melhores oportunidades no mercado de trabalho. A EJA, anos iniciais é destinada a jovens a partir de 15 anos que não completaram a etapa entre o 1º e o 9° ano. Já a EJA nos anos finais é para os maiores de 18 anos que não completaram o Ensino Médio. Ao concluir essa etapa, o aluno está preparado para realizar provas de vestibular e Enem, para ingressar em universidades. O tempo médio de conclusão é de 18 meses. “A Educação de Jovens e Adultos representa o resgate do ser humano como um todo. É a oportunidade que ele tem de voltar a sonhar, a viver e de ter de volta sua identidade. A EJA representa a possibilidade de o aluno vivenciar a leitura, escrita e, também, de ser inserido no mercado de trabalho ou conseguir um emprego melhor”, acredita Greice.

E, por falar em mercado de trabalho, a EJA oferece cursos paralelos, como, por exemplo, o de “Empreendedorismo em Mídias Sociais e Digitais”, em parceria com o Instituto Federal Fluminense (IFF), que vai ser concluído neste semestre. A professora de Suporte Pedagógico (PSP) e acompanhamento escolar, Dirleia Siqueira Lugão, explica que no segundo semestre serão realizadas palestras para que os participantes possam aprender a montar currículos e se preparar para entrevistas. “É uma forma de oferecer ainda mais oportunidades para essas pessoas conseguirem se qualificar ainda mais”, conclui Dirleia.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here