Wladimir critica Rafael Diniz e pede início da transição na Prefeitura de Campos

Depois que o atual prefeito de Campos, Rafael Diniz (Cidadania) se negou a fazer a transição de governo enquanto a Justiça não decidir quem será o novo prefeito de Campos, Wladimir Garotinho – candidato vitorioso das eleições municipais – fez uma crítica ao prefeito e afirmou que é importante que a transição aconteça o quanto antes.

“A vontade popular deve ser respeitada, quem quiser diferente disso, não quer o bem para o seu povo. Temos apenas 30 dias para começar um novo governo e por isso preciso ter acesso às informações e documentações da prefeitura de maneira urgente, para garantir o início do ano com salários em dia e hospitais abastecidos com medicamentos e insumos básicos”, escreveu.

Reprodução site TSE

Wladimir Garotinho venceu no segundo turno na eleição no último domingo (29), mas ainda não é reconhecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como prefeito eleito, já que a chapa está com pendências na Justiça devido a um atraso no desligamento do então candidato a vice-prefeito Frederico Paes (MDB) do trabalho. Os votos foram contabilizados sob judice.

Rafael garante que a transição irá acontecer tranquila, mas somente após a decisão final sobre a o processo de impugnação que foi movido pelo candidato Dr. Bruno Calil (SD), que perdeu ainda no primeiro turno. “Ao contrário do que fizeram comigo em 2016, a transição desta vez vai acontecer normalmente, dentro de toda legalidade, com equilíbrio e responsabilidade. Orientei minha equipe a oferecer todas as informações necessárias, garantindo ao prefeito eleito e sua equipe uma transição tranquila. Estamos prontos e aguardando apenas a Justiça declarar o vencedor da eleição”, disse o prefeito.

Em nota, o TSE não descarta a possibilidade de novas eleições nos municípios onde candidatos em condição “Sob judice” ganharam. “Poderá haver a realização de novas eleições para prefeito no caso de o Tribunal Superior Eleitoral manter o indeferimento do pedido de registro do candidato mais votado em Campos dos Goytacazes, Carapebus, Duque de Caxias, Magé, Petrópolis, Paraíba do Sul, Silva Jardim, Varre-Sai e Volta Redonda. Nesses nove municípios, os candidatos concorreram na condição de sub judice (indeferido com recurso) e aguardam o julgamento do recurso. Candidatos sub judice somente poderão ser proclamados eleitos após a decisão do Tribunal Superior Eleitoral”, explicou a nota.

Redação
Redação Administrator
O Milênio