Vídeo: protesto contra racismo termina com confusão e uso de bomba de fumaça em Campos

Policiais militares interromperam a manifestação que era realizada no Centro de Campos

Foto: Reprodução

Um protesto contra o racismo terminou em confusão na tarde desta sexta-feira (5), no Centro de Campos. Policiais militares interromperam a manifestação e jogaram bombas de fumaça nas proximidades da Praça São Salvador para dispersar o grupo. Os manifestantes afirmam que um dos participantes do ato foi agredido pela PM, que afirma que não houve qualquer tipo de agressão.

A reação da polícia teve o objetivo de evitar a aglomeração, mas de acordo com os manifestantes, todos estavam espalhados e respeitaram as orientações de espaçamento dos órgãos de saúde. O ato contou com cerca de 30 pessoas que estavam faixas e cartazes. Um dos manifestantes conversou com a equipe de reportagem do jornal O Milênio e passou detalhes sobre a confusão. “Nós estávamos em um grupo pequeno para evitar aglomeração. Todos estavam separados e com máscaras. Os policiais pediram para dispersar e atendemos os pedidos. Depois, mandaram acabar com o evento e começaram a reagir com violência. Um dos manifestantes foi agredido por um policial, mas todos passam bem”, afirmou.

Em nota, a assessoria da Polícia Militar informou que os manifestantes não obedeceram a ordem de dispersar para evitar aglomeração e foi necessário o uso de armamento de menor potencial ofensivo para que a determinação fosse cumprida. Vale ressaltar que ninguém ficou ferido. Ainda segundo a nota, os policiais estão instruídos a priorizar a conscientização e o diálogo no contato com os cidadãos.

Veja o vídeo abaixo!

Redação
Redação Administrator
O Milênio