Vídeo: especialista da Gold Medical Group explica como a diabetes pode causar disfunção erétil

Um dos fatores que atrapalham uma boa relação sexual é a diabetes. Além de causar inúmeros problemas para a saúde das pessoas, a doença também causa o estreitamento das artérias, deixando menos espaço para a circulação do sangue. Como consequência, os vasos sanguíneos não conseguem transportar a quantidade de sangue necessária ao pênis para que haja uma ereção.

O médico Marcelo Bastos, da Gold Medical Group, clínica que é referência em saúde sexual masculina, deu mais informações sobre como a doença pode atrapalhar diretamente a relação sexual. “A diabetes é algo muito importante e cada vez mais comum. Ela é uma das principais causas de disfunção erétil, tanto em homens jovens a partir de 30 anos de idade, assim como pessoas com mais idade, principalmente aquelas com 70 e 80 anos de idade”, disse.

O especialista também explicou que a sensibilidade na região genital é afetada pela grande quantidade de concentração de glicose no sangue, diminuindo a sensação de prazer e prejudicando o orgasmo. A diabetes também contribui para o aumento do colesterol ruim (LDL) e outras gorduras no sangue, podendo entupir alguns vasos. A aterosclerose – condição caracterizada pelo acúmulo de gordura nas paredes das artérias – é uma das consequências da diabetes e também aumenta o risco de o paciente desenvolver impotência sexual.

Por isso, se torna essencial que as pessoas que tenham diabetes, procurem profissionais especializados como o da Gold Medical Group. A clínica é formada por uma equipe multidiciplinar especializada no tratamento da Disfunção Erétil, Ejaculação Precoce e Falta de Libido. A empresa vem fazendo sucesso entre pacientes de vários municípios do Estado do Rio de Janeiro. Em Campos, a unidade fica na Avenida Pelinca, apartamento n° 102. Os interessados em agendar uma consulta, podem entrar em contato através dos números (22) 3233-4270 ou (22) 99915-0259.

Veja o vídeo abaixo!