Vídeo: após corte de energia, bancas do Camelódromo de Campos fecham mais cedo

Foto: Reprodução

A energia do Shopping Popular Michel Haddad, o Camelódromo de Campos, foi cortada nesta quarta-feira (29) pela Enel. A concessionária afirma que a medida foi tomada por falta de pagamento da prefeitura.

Os permissionários precisaram interromper o trabalho mais cedo devido à falta de luz. O camelódromo voltou a ser reaberto na última terça-feira (21), após ter ficado meses fechado devido ao decreto municipal, com o objetivo de diminuir os casos de Covid-19 no município.

Em nota, a empresa Enel afirmou que antes de realizar o corte, tentou contato com a prefeitura “A Enel Distribuição Rio informa que realizou cortes em prédios públicos não essenciais do Município de Campos dos Goytacazes, em função de débitos da administração municipal com a empresa. Entre os locais impactados pelos cortes, está o Shopping Popular do município. A companhia esclarece que vem tentando negociar o débito com a Prefeitura, mas até o momento não houve nenhum avanço. A empresa segue aguardando um retorno da administração da cidade para negociação da dívida. A Enel reforça que somente tomou a decisão de interromper o abastecimento de energia após tentar negociar o débito em diferentes ocasiões.” Diz a nota.

A prefeitura informou que a conta já foi paga e a energia será restabelecida. “A Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca) informa que a conta já foi paga e, a qualquer momento, a energia será restabelecida. Campos recebeu este mês, o terceiro menor repasse de royalties nos últimos 16 anos. Entre royalties e Participação Especial (PE), Campos já acumula perdas de mais de R$ 150 milhões somente este ano”, diz a nota.

Veja o vídeo gravado por um dos permissionários mostrando a escuridão do local!

Vídeo: Leitor/O Milênio

Redação
Redação Administrator
O Milênio