Vereador de São João da Barra é preso na frente da Câmara

Ele é investigado pela prática de rachadinha, que significa o confisco de parte dos salários dos servidores, o que configura crime de peculato.

Foto: Divulgação

O vereador de São João da Barra, Gersinho Crispim, foi preso na manhã desta quarta-feira (16) na frente da Câmara de Vereadores do município. A prisão foi realizada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) com apoio da Polícia Militar.

O político foi surpreendido pelos agentes quando chegava para a sessão do Legislativo. De acordo com o MPRJ, Gersinho é investigado pela prática de rachadinha, que significa o confisco de parte dos salários dos servidores, o que configura crime de peculato.

Ainda de acordo com o MPRJ, a prisão em flagrante foi efetuada logo após o vereador ter recebido de um assessor o valor de R$ 3,5 mil. Gerson Crispim já vinha sendo investigado pelo MPRJ por supostos repasses de valores mensais da remuneração de servidores nomeados por ele para trabalhar em seu gabinete, sendo a prisão decorrente de ação controlada judicialmente comunicada.

Redação
Redação Administrator
O Milênio