Vacina contra a Covid-19 é aplicada em instituições de Campos

Foto: Supcom

Idosos, cuidadores e funcionários, além de deficientes institucionalizados de Campos, receberam a vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira (27). Segundo a Subsecretaria de Atenção Básica, Vigilância e Promoção da Saúde, foram disponibilizadas 291 doses da vacina com aplicação ao longo do dia na Associação Monsenhor Severino, Asilo Nossa Senhora do Carmo, Manoel Cartucho e Shalon.

A idosa Denair Gomes da Silva, que mora no Monsenhor Severino há 11 anos, foi uma das beneficiadas. Para ela, o momento é de alívio, apesar de não poder se descuidar, pois a pandemia ainda não acabou. “Fiquei muito feliz com a chegada da vacina e aconselho a todos a tomar a vacina, pois é uma coisa que a gente não sente nada e, depois da segunda dose, vamos poder ficar descansados, sem a preocupação de ter a doença”, disse. Para a cuidadora, Neide Aparecida da Silva Gonçalves, ela foi premiada. “Foi um prêmio pra mim, pois muitas pessoas ainda não podem ser vacinadas. Estou na torcida para que mais vacinas sejam liberadas e todos possam ser imunizados”, disse a cuidadora, que trabalha no Monsenhor Severino há cinco anos.

O presidente da Associação Monsenhor Severino, Ricardo Araújo, falou sobre a importância da imunização nas instituições de longa permanência. “Estávamos aguardando essa vacina com muita ansiedade, muita preocupação. Estamos muito felizes de vacinar todos nossos idosos, lembrando, é claro, que as precauções vão continuar”, disse Ricardo ressaltando que, “Graças a Deus e ao trabalho que tivemos aqui nenhum caso de Covid-19 foi registrado na instituição”, disse.

Quem também sentiu o alívio de poder tomar a vacina foi a auxiliar de serviços gerais do Asilo do Carmo, Rosane de Oliveira Ferreira. “Foi muito bom receber a vacina. Deus me deu o livramento de não ser infectada e, agora, com a chegada da vacina, é a certeza de que vamos superar essa doença”, disse. “Ver os idosos sendo vacinados é de grande alegria e ter tomado a vacina é mais gratificante ainda”, completou o administrador do Asilo do Carmo Aluízio Wagner.

Comentários