Universitária é diagnosticada com sarampo em Campos

Em Campos, não há casos confirmados de sarampo desde 2007

Foto: Imagem meramente ilustrativa

Um caso de sarampo importado de Valença (RJ), no sul fluminense, foi diagnosticado em Campos. Uma jovem universitária que estuda em Valença (RJ) chegou a Campos com os sintomas e procurou atendimento médico na rede particular. O diagnóstico foi confirmado nesta terça-feira (10), após resultado do exame. No início deste mês, a Secretaria Municipal de Saúde de Valença divulgou uma nota técnica em que informa que existem casos suspeitos de sarampo no município. Segundo a nota, a prefeitura da cidade está aguardando a confirmação do Laboratório Estadual (Lacen).

A imunização é importante na prevenção contra a doença – Foto: Supcom

O Departamento de Vigilância em Saúde de Campos orienta que a única forma de prevenir é através da imunização. Desde o dia 13 de janeiro acontece a fase de intensificação da vacinação contra o sarampo referente à campanha de 2020 e segue até 13 de março. De segunda a sexta-feira, as doses são disponibilizadas em 43 salas, que funcionam de 8h às 17h. O polo de vacinação no Centro de Saúde (Rua Gil de Góis, 157) atende em horário estendido, de 7h às 18h.

O Ministério da Saúde informou que em 2019 foram confirmados 18.203 casos de sarampo em 526 municípios. Em Campos, não há casos confirmados de sarampo desde 2007, quando foi implementado o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) no município.

Entre os principais sintomas da doença, está a irritação na pele com manchas vermelhas, além de febre acompanhada de tosse, nariz entupido e mal-estar intenso.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários