25 de julho de 2024 00:22
Logo jornal O Milênio

Torcida do Goytacaz tenta invadir o gramado após derrota polêmica

O jogo entre o Goytacaz e o Duque de Caxias, na tarde deste sábado (11), foi marcado por polêmica e confusão no Estádio Aryzão, em Campos. Depois da derrota, uma parte da torcida do alvianil tentou invadir o gramado.

O Goyta teve um gol anulado por impedimento, no primeiro tempo. O atacante Jonathan Chula, do Duque de Caxias, marcou já nos acréscimos, aos 46 minutos de segundo tempo.

Alguns torcedores do Goyta também invadiram a área destinada à imprensa. Os incidentes começaram no fim do segundo tempo, quando o árbitro Thiago da Silva Ludugero deixou de marcar um pênalti a favor do Goytacaz. Torcedores ficaram revoltados com a arbitragem. Ao fim do jogo, com a vitória caxiense, o juiz foi cercado por jogadores do Goyta e o gramado foi invadido pelos atletas do banco de reservas e pela comissão técnica.

Na tentativa de invadir o gramado, alguns torcedores do Goytacaz forçaram o portão de entrada, mas acabaram contidos pelos seguranças. O mesmo grupo de torcedores tentou forçar a porta para invadir a cabine de imprensa, mas não conseguiram.

No próximo sábado, dia 18, o Goytacaz terá ganhar a partida de volta. Já o Duque de Caxias jogará pelo empate.

Por meio de nota, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), lamentou a situação: “A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro lamenta os atos de violência, mais uma vez, protagonizados por torcedores do Goytacaz no jogo contra o Duque de Caxias, em Campos, pela semifinal da Série B1 do Campeonato Estadual. Inadmissíveis, incabíveis e intoleráveis comportamentos antidesportivos, violentos intimidatórios e ameaçadores que parecem permear e fazerem parte das valências de alguns, no equivocado pensamento de que tais atitudes trarão benefícios e passarão impunes. A FERJ manifesta seu repúdio em mais alto grau e não poupará esforços para que os culpados sejam severamente punidos.”, divulgou em nota.

plugins premium WordPress