Subsecretaria de Defesa da Mulher quer instituir o Dia Laranja em Campos

A Subsecretaria Municipal dos Direitos da Mulher está elaborando um projeto, a fim de instituir o dia 25 de cada mês como “Dia Laranja” pelo fim da violência contra mulheres e meninas. A subsecretária Josiane Viana informa que a intenção é mobilizar a sociedade civil e instituições em prol do assunto. 

“O Dia Laranja será um dia de abraço às mulheres e meninas que sofrem violência física e psicológica. O Brasil é o 5° país do mundo em casos de feminicídio”.

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu todo 25 de novembro como o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, considerado o Dia Laranja. “No entanto, queremos que seja celebrado todo dia 25 de cada mês. O laranja representa um futuro livre de violência contra mulheres e meninas. Nosso projeto prevê uma ação conjunta com a Delegacia da Mulher (Deam), Conselho dos Direitos da Mulher (Condim) e a Patrulha Maria da Penha, além de escolas, Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e sociedade civil. Precisamos abordar esse tema e orientar as mulheres e os jovens, para que possamos transformar as novas gerações, a fim que todos se tratem com respeito, independente de gênero”, disse Josiane.

A subsecretária relata que a intensão é enviar o projeto de lei para a Câmara Municipal de Campos, a fim de instituir mensalmente, o dia 25, como o Dia Laranja. Palestras e ações no Centro da cidade também estão entre as ações previstas para a data. Josiane relata que a maior parte das mulheres não denuncia o relacionamento abusivo por medo, outras por conta dos filhos e ainda por serem financeiramente dependentes do abusador.

Redação
Redação Administrator
O Milênio