25 de julho de 2024 01:40
Logo jornal O Milênio

Servidores municipais de Campos protestam para cobrar reposição salarial

Servidores municipais de Campos se reuniram nesta segunda-feira (2) no antigo Trevo do Índio, na BR-101, para fazer um protesto com o objetivo de reivindicar por uma reposição salarial. Como forma de protesto, foi anunciada uma paralisação de 24 horas nesta segunda-feira, dia seguinte ao Dia do Trabalhador, que foi comemorado no domingo (1°).

O grupo de manifestantes seguiu caminhando até a prefeitura. O movimento foi organizado pelo Sindicato dos Profissionais Servidores Públicos Municipais de Campos (Siprosep). O sindicato já tem uma greve geral programada para ser convocada no dia 16. Segundo a presidente do Siprosep, Elaine Leão, há mais de um mês, os servidores estão tentando diálogo com a prefeitura, mas não conseguem resposta. “São sete anos de valores congelados sem nenhum tipo de reajuste. Tem gente passando fome e necessidade, escolhendo entre remédio e comida. As contas não fecham! A situação é muito grave”, disse.

Os servidores levaram faixas que além de pedirem por reposição salarial, também repetiam a frase dita pelo prefeito Wladimir Garotinho enquanto ainda era candidato “Dinheiro tem, falta gestão”.

A Polícia Rodoviária Federal foi acionada para organizar o tráfego na BR-101. Nenhuma faixa foi bloqueada, mas o trânsito ficou lento. A equipe do jornal O Milênio entrou em contato com a prefeitura e aguarda um posicionamento.

Faixa segurada por servidores durante o protesto na manhã desta seguda-feira
plugins premium WordPress