Rio das Ostras volta para a Bandeira Vermelha e adota medidas rígidas para combater a Covid-19

Até quinta-feira (10), o município já havia registrado 3360 casos de Covid-19 e 105 mortes por consequência da doença

Com mais de 90% de ocupação dos leitos para pacientes com Covid-19, o município de Rio das Ostras voltou para a Bandeira Vermelha nesta sexta-feira (11) e irá implantar medidas mais rígidas para conter o avanço da Covid-19 no município. A decisão aconteceu após uma reunião da prefeitura com o Ministério Público nessa quinta-feira (10). 

Segundo a prefeitura, até essa quinta-feira, 30 dos 31 leitos clínicos para pacientes com Covid-19 já estavam ocupados. Em relação os leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) dos 10 que o município possui, apenas um está disponível. O novo decreto é válido até o dia 16 deste mês, mas a medida pode ser prorrogada. Entre as medidas já anunciadas pela prefeitura estão o toque de recolher, entre meia-noite e 5 horas, a proibição de todos os tipos de eventos, pagos ou gratuitos, e o funcionamento de feiras livres, casas de festas, boates e casas de shows com venda ou não de ingressos. Fica suspensa também a execução de qualquer tipo de música, seja ambiente, voz e violão, banda, DJ, entre outros, em diversos estabelecimentos e locais públicos.

Continuam limitadas a utilização de mesas dos quiosques e outros estabelecimentos, como  restaurantes, bares, depósitos, bares com serviço completo de gastronomia e lanchonetes, também continuam. Também seguem limitados os horários de funcionamento e a proibição da venda e consumo de bebidas alcoólicas em balcões dos estabelecimentos de qualquer natureza, permitindo a comercialização apenas para retirada ou delivery.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários