Radialista de 97 anos morre vítima da Covid-19 em Campos

A Academia Pedralva Letras e Artes declarou luto oficial pela morte do também escritor José Salles

Foto: Patrícia Bueno

O radialista José Florentino Salles, de 97 anos, morreu vítima da Covid-19 nesta quinta-feira (16). O profissional que também atuava como escritor, estava internado desde o início de julho no Centro de Controle e Combate ao Coronavírus, que funciona na Beneficiência Portuguesa, em Campos.

O campista iniciou a carreira de radialista em 1949 na antiga Rádio Educadora do Rio de Janeiro. Salles também foi um dos fundadores e presidente da Academia Pedralva Letras e Artes; membro da Associação de Imprensa Campista (AIC); membro dos Quadros da Loja Maçônica Fraternidade Campista, do Oriente de Campos e membro da União Brasileira dos Trovadores (UBT). Ele escreveu as obras: Troversando – 1996; Biografando em trovas – 1999; Nilo Peçanha – meu Patrono – 2001 e Era isso que eu queria dizer – 2003

Entre os lamentos de amigos nas redes sociais, está o do presidente da Academia Pedralva Letras e Artes, Carlos Augusto Souto. “A Academia Pedralva Letras e Artes declara luto oficial e manifesta seu pesar mais profundo e sua tristeza inconsolável ao anunciar o falecimento de nosso presidente de honra, ocupante da cadeira 01 de nossa Casa, o acadêmico, poeta e radialista José Florentino Salles. A contribuição de José Salles para a cultura de Campos dos Goytacazes é simplesmente incomensurável. Membro também da Academia Campista de Letras José Salles deixa um legado de importância inequívoca para a memória campista. Vá em paz, querido amigo e confrade, luz de inspiração dos membros da sua querida Academia Pedralva Letras e Artes”, disse.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários