Prefeitura do Rio de Janeiro cancela festa de réveillon em Copacabana

A medida foi adotada para evitar um possível aumento do contágio durante o evento

Foto: Alex Ferro / Riotur

A prefeitura do Rio de Janeiro decidiu cancelar a tradicional festa de réveillon em Copacabana, que anualmente reúne cerca de 3 milhões de pessoas na orla da cidade, por conta da epidemia de Covid-19.

“Com relação ao Réveillon, esse modelo tradicional que conhecemos e que praticamos na cidade há anos, assim como o carnaval, não é viável neste cenário de pandemia, sem a existência de uma vacina”, informou a Riotur, empresa de turismo do Rio de Janeiro.

Além da grande aglomeração em Copacabana, milhares de pessoas de todo se deslocam para a festa na orla usando transporte público, uma vez que o acesso de veículos particulares é proibido.

A prefeitura estuda alternativas para a festa, uma das mais tradicionais do país, que tem como ponto alto o show de fogos de artifício. Uma das alternativas estudadas são uma exibição voltada apenas para transmissões ao vivo para TV, internet e streaming.

Outra possibilidade seria uma diluição da festa, com apresentações em dezenas de pontos pela cidade para diminuir a presença de pessoas.

“O réveillon não é um evento rígido e ele pode acontecer de diversas formas que não apenas reunindo 3 milhões de pessoas na Praia de Copacabana”, acrescentou a Riotur.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários