Prefeitura de Campos em alerta com novo surto da Covid-19

Praça São Salvador vazia #Pracegover - Foto: Arquivo

Diante do cenário que vem se apresentando em todo o país, com novos casos e óbitos da Covid-19, a Prefeitura de Campos está em alerta com novo surto da doença e orienta a população para que mantenha todas as medidas de prevenção, para evitar o contágio.  O município vem monitorando a situação no país e orienta a população a se prevenir porque o momento é muito preocupante. Com o número de casos e óbitos crescendo em todo o país, alguns estados estão decretando lockdown total.

Atualmente, em mais de 17 estados do país e o distrito Federal, os leitos ocupados de UTI já superam 80% e 100%. Em alguns locais, já há casos de pessoas morrendo à espera de um leito.  O colapso da saúde ocorre porque muitas pessoas não estão respeitando as medidas sanitárias, ou seja, estão em aglomerações, falta de distanciamento e não estão usando máscaras faciais, além de não respeitar as medidas sanitárias.

É preciso que a população se conscientize e mantenha os cuidados para evitar que as pessoas sofram com falta de leitos de UTI. Só assim será possível reduzir o contágio, já que o país conta com novas  cepas circulantes, com capacidade de infecção maior do que as que passaram. O colapso da saúde ocorre quando o número de casos cresce muito, como já está acontecendo com estes estados onde a situação é mais crítica. O município de Campos está vigilante pela necessidade que o momento exige.

Na sexta-feira (5), o Brasil registrou o segundo dia com mais mortes confirmadas desde o início da pandemia de Covid-19, em março do ano passado. Em 24 horas, foram registradas 1.760 mortes no Brasil. Também esta semana, o número de mortes em um dia chegou a 1.840. Esta semana, autoridades de saúde registraram uma média alta diária de óbitos por Covid.

A participação da população é fundamental, por isso, a orientação da Prefeitura de Campos é que todos respeitem as medidas de distanciamento, mantenham o uso de máscaras e o álcool em gel para higienizar as mãos. Além da vacinação, que ainda é muito restrita, estas são as únicas formas de prevenção, as únicas armas nesta guerra para evitar o colapso no sistema de saúde com as consequências terríveis do alto índice de mortes.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários