Prefeita de São João da Barra revela que não tomou vacina contra a Covid-19 e é barrada em emissora

Foto de Carla Machado na Prefeitura de São João da Barra

A prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PP), teve uma entrevista cancelada na noite dessa sexta-feira (7), quando iria falar sobre o trabalho à frente da prefeitura. O motivo foi que ela revelou que tomou nenhuma dose contra a Covid-19 até o momento. Então, ela foi barrada e impedida de entrar no estúdio.

A entrevista iria ser concedida para o programa RJ2, da Inter TV Planície, que fica sediada em Campos. Pouco antes da entrevista, Carla foi perguntada pela equipe de produção da emissora sobre quantas vacinas tomou, e a resposta fez com que a direção do telejornal cancelasse a entrevista para impedir que ela entrasse no estúdio.

No final do programa, a apresentadora Ana Carolini Mota comentou sobre o caso e explicou aos telespectadores sobre o cancelamento da entrevista de Carla Machado. “A gente havia confirmado e anunciado a entrevista com a prefeita de São João da Barra para apresentar um balanço de 2021. No entanto, como de praxe que estamos fazendo com todos os prefeitos que passaram por aqui, questionamos a prefeita sobre quantas doses da vacina contra o coronavírus ela tinha tomado. Para a nossa surpresa, a prefeita falou que optou por não receber nenhuma dose. Seguindo o protocolo de segurança da InterTV e obedecendo ao que determinam as autoridades sanitárias, optamos por não realizar a entrevista”, disse.

A equipe de reportagem do jornal O Milênio entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeita Carla Machado. A nota diz que Carla decidiu não se vacinar por motivos pessoais, mas por ser uma gestora pública, ela incentiva a vacinação contra a Covid-19. A nota diz ainda que ela tem investido em recursos nas medidas de prevenção e combate à doença.