Por falta de capacete, pelo menos seis motociclistas são multados por dia em Campos

Apenas nos sete primeiros de meses de 2019, mais de mil multas foram aplicadas a motos em que os ocupantes estavam sem capacetes.

O motociclista sem capacete tem grandes chances de ferir a cabeça em acidentes de trânsito - Foto: O Milênio

Atualmente é comum ver uma grande circulação de motocicletas em todas as regiões do Brasil. Por causa da agilidade e custo, esses veículos ganharam espaço na sociedade, porém, o cuidado deve ser redobrado em relação a carros, já que que as pessoas que utilizam motos, têm chances de sofrer ferimentos mais graves em casos de acidentes de trânsito.

Uma forma de prevenção é o uso do capacete que protege a cabeça. Inclusive, hoje é proibido estar em uma moto sem usar o capacete, mas a lei é desrespeitada pelos brasileiros. Em Campos, a situação não é diferente: 1228 multas foram aplicadas apenas nos sete primeiros meses de 2019 para pessoas que agiram em desacordo com a lei, em toda a cidade. Os dados foram levantados pelo jornal O Milênio junto com a Guarda Civil Municipal (GCM) e apontam que a cada dia, pelo menos seis motociclistas são multados pela GCM, por não usarem o equipamento na cabeça ou por transportarem uma pessoa desprotegida.

A pesquisa indica ainda que a falta do capacete é a infração mais comum cometida pelos motociclistas em Campos. A não utilização do capacete é considerada uma infração gravíssima para quem pilota a moto. Isso significa a adição de sete pontos à carteira do condutor, o pagamento de multa e a suspensão do direito de dirigir. Atualmente, o valor a ser pago é de R$ 293,47. Outros tipos de infrações mais registradas na cidade, são: avanço do semáforo vermelho, estacionamento em passeio e tráfego na contramão.

O motoboy André Torres trabalha há 8 anos com entregas de produtos de farmácia e lanchonetes. Ele diz que sempre usa equipamentos que trazem mais segurança para os motociclistas. “Nós ficamos em motos e por isso estamos mais expostos do que os outros no trânsito. Mesmo se pilotarmos com cuidado, uma outra pessoa imprudente pode cometer um deslize e prejudicar seriamente um motociclista como aconteceu. Então é importante que a gente se proteja. Eu utilizo capacete, colete e roupas mais pesadas que dão proteção”, afirmou.

Jonatha Lilargem
Jonatha Lilargem Administrator
O Milênio