Policial morre vítima de doença degenerativa e é homenageada pela PM de Campos

A tenente Michele, de 39 anos, lutava contra a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA)

Foto: Divulgação

A policial militar Michele Silva morreu após sofrer complicações provocadas pela Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) nessa terça-feira (6). Tenente Michele, que atualmente fazia o tratamento na capital fluminense, recebeu homenagens de vários batalhões da corporação, inclusive o 8º BPM, que é sediado em Campos.

Por meio da rede social, o comando do 8º BPM lamentou o falecimento. “Na Polícia Militar, enfrentamos muitas batalhas. Os heróis da vida real, que escrevem suas histórias de lutas e vitórias. Como a do Aluno Furacão! Superação, conquistas e  sonhos que inspiram outras 80 mil histórias na Corporação. A Tenente Michele foi diagnosticada com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), em 2019. A policial militar tinha 39 anos e entrou na Corporação em novembro de 2003. Michele deixa a família e amigos”, diz a publicação.

Familiares e pessoas que se comoveram com a morte também lamentaram o falecimento através das redes sociais. “Eu não a conhecia, mas acompanhava a história dela. A policial era uma guerreira e lutou muito. Lamento que o final tenha sido triste, mas agora ela está em um lugar melhor”, escreveu o agente penitenciário Robson Almeida.

Redação
Redação Administrator
O Milênio