Novo Hospital São José, em Campos, segue sendo alvo de reclamações

Pacientes reclamam da demora no atendimento e da dificuldade para marcar consultas.

Foto: Leitor/O Milênio

Inaugurado no último dia 5, a Unidade Pré-Hospitalar (UPH) São José, em Campos, segue sendo alvo de reclamações de pacientes. Inicialmente, o problema era a demora no atendimento, mas alguns andam tendo dificuldades para marcar consultas médicas.

O pedreiro Carlos Teixeira esteve no local nesta terça-feira (16) para ser consultado por um médico já que estava com febre alta. Ele não conseguiu marcar consulta e reclamou da situação. “São muitos que ficam esperando e que não conseguem ser atendidos. Tem muita demora. Eu fiquei duas horas esperando sentado e fui reclamar. Quando falei com a atendente, ela me disse para esperar mais um pouco porque a unidade tinha muita gente. Esperei mais 30 minutos e não consegui ser atendido e nem marcar consulta. Fui embora porque não aguentava mais”, disse.

Uma técnica em enfermagem, que não terá o nome revelado, está com o pulso lesionado e precisa de atendimento médico, mas disse que não consegue marcar consulta. “Disseram que seria um hospital com uma bela estrutura, mas não é o que estamos vendo. Estou com o pulso machucado e preciso ser atendida, mas não consigo marcar consulta nesse novo hospital. Os atendentes falam para a gente esperar e as pessoas ficam horas aguardando. Eu já tentei marcar consulta várias vezes em dias diferentes, mas não consegui”, afirmou.

Através de uma nota, a Prefeitura de Campos informou que segundo a Fundação Municipal de Saúde (FMS), o tempo médio de atendimento na emergência adulta da Unidade Pré-Hospitalar (UPH) São José varia entre 50 minutos e 1 hora. A FMS ressaltou ainda que o prédio novo foi inaugurado recentemente e que adequações estão sendo feitas, sempre que necessário.

Redação
Redação Administrator
O Milênio