Nos pênaltis, Artsul bate o Americano e conquista a Taça Santos Dumont

Um confronto decisivo definiu na tarde desta quarta-feira (14/07) em Cardoso Moreira a Taça Santos Dumont, o primeiro turno da Série A2. O líder do grupo A, Artsul, se deslocou ao norte fluminense e empatou com o Americano, segundo colocado do grupo B, no tempo normal em 1 a 1. O estádio Antônio Ferreira de Medeiros viu sair de campo o campeão do primeiro turno nas cobranças de pênalti, e ai o Artsul levou a melhor 4×3 e agora o Artsul garantiu a vaga como finalista da Série A2, e ficará há dois jogos da elite do futebol estadual.

Sempre muito quente, mas em uma temperatura abaixo do que se acostuma sentir e com céu nublado, a bola rolou e nos minutos inicias a partida se mostrou bastante truncada coma as duas equipes estudando o posicionamento do rival. Aos 8 minutos Bruno Santo cobrou falta na latera esquerda, mas a zaga do Cano tirou em cima do lance, pela linha de fundo.

Com muitas faltas e com o jogo parando toda hora, as oportunidades eram poucas, e aos 13 minutos o Americano reclamou de pênalti de Dedé em cima de Pepeu, mas o árbitro não deu. Com 20 minutos o jogo já possuia 15 faltas. Depois de muito reclamar com o árbitro, ele começou a aplicar cartões amarelos. Nos minutos finais o Artsul pressionou mais, contudo a partida não teve grandes oportunidades na primeira etapa e ficou em branco no placar.

No segundo tempo, não teve jeito, era partir para cima em busca do gol que poderia valer o título. Aos cinco minutos, Amaral chutou de fora da área para fora do campo, pelo Americano. Tanto Artsul quanto Americano insistiam em jogadas pelo meio, e pouco investiam nas laterais, o que fazia a final pouco produtiva em finalizações, até que aos 10 minutos, após cobrança de escanteio, o goleiro do Americano saiu mal, a zaga tirou, mas Dedé da entrada da área mandou a bomba e abiru o marcador, Artsul 1 a 0. Dois minutos depois, bola alçada na área Pepeu tentou uma meia bicicleta e a bola sobrou para Aloisio empatar, 1 a 1.

O jogo esquentou e os ânimos também, com jogadas mais aciraadas, Romário pelo Americano e Edmário pelo Artsul foram expulsos no mesmo lance, o que parou a partida por dez minutos. Com o retorno do jogo a busca pelo gol ficou ainda maior. O Americano era mais perigoso e buscava mais o gol. Aos 46 minutos, Paulinho tentou encobrir o goleiro do Artsul e a zaga tirou em cima da linha, por muito pouco o Americano não virou o placar. Com 11 minutos de acréscimo, a partida ficou tensa, porém o empate permaneceu o título foi para a disputa de pênaltis.

COBRANÇA DE PÊNALTIS (AMERICANO 3X4 ARTSUL)
AMERICANO: 

1- Tiago Dunha (gol)
2- Lucas Rex (gol)
3- Gean Miller (gol)
4- Fernandinho (perdeu – trave)
5- Aloisio (perdeu – fora)

ARTSUL: 
1- Alex (gol)
2- Ryan (perdeu – Patrick defendeu)
3- Gilberto (gol)
4- Vitão (gol)
5- Rafael Tanque (gol)

Fonte: GF Esporte

Redação Administrator
O Milênio

Comentários