São João da Barra e São Francisco de Itabapoana vão receber verba da Alerj para suprir estragos causados pelas fortes chuvas

São João da Barra e São Francisco de Itabapoana estão entre os municípios que vão receber verba da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) por terem sido afetados recentemente por fortes chuvas.

As cidades mais afetadas vão receber, cada uma delas, o valor de R$ 5 milhões. São elas: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty, na Costa Verde, e Belford Roxo, Mesquita e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, somando R$ 30 milhões. Outros 10 municípios receberão, cada um, a quantia de R$ 2,5 milhões. Estão nessa lista as cidades de Barra do Piraí, Cachoeiras de Macacu, Miguel Pereira, Paraíba do Sul, Rio Claro, Santa Maria Madalena, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra, São Sebastião do Alto e Trajano de Moraes. Num total de R$ 25 milhões.

Para fazer jus às doações, os municípios deverão comprovar a decretação de emergência ou estado de calamidade pública, a partir de primeiro de janeiro de 2022, com a devida homologação do governador do estado. “É muito importante a Assembleia socorrer as cidades neste momento. Não podemos de forma alguma ficar parados com essa calamidade que está assolando o Rio de Janeiro”, justificou o deputado Eliomar.

Segundo a Alerj, o valor que será destinado aos 16 municípios será retirado do próprio orçamento. É o que determina a Lei 9.636/22, de autoria original dos deputados Eliomar Coelho (PSB) e Célia Jordão (PL). A norma foi sancionada pelo governador Claudio Castro e publicada na edição extra do Diário Oficial de quinta-feira (7).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here