Músicos de Campos fazem campanha para ajudar artistas com dificuldades financeiras

Mais de 50 cestas já foram doadas

Músicos de Campos se uniram para ajudar outros artistas da cidade que estão impossibilitados de trabalhar por causa da pandemia da Covid-19. Com o avanço do novo coronavírus, os profissionais do ramo musical foram os primeiros a pararem as atividades e devem ser os últimos a retornarem, já que uma das medidas recomendadas pelas autoridades de saúde para impedir o avanço da doença, é evitar aglomerações.

O grupo, que é formado pelos músicos Léo Rossi, Gil Paixão, Marcelo Benjá, Júnior Brasil, Ralfe Nunes e Pedro Maia, que criou a campanha em uma rede social, com o nome “Artista Solidário”, com o objetivo de unir os músicos de Campos que estão passando por dificuldades financeiras durante a paralisação dos trabalhos. Juntos estão arrecadando doações em dinheiro para comprar cestas básicas e cestas básicas, que serão distribuídas para mais de 200 pessoas. Até o momento mais de 50 cestas já foram doadas.

Em entrevista ao site O Milênio, Pedro Maia, que é cantor há 29 anos, contou como surgiu a iniciativa. “A ideia surgiu depois que um amigo meu fez uma live e arrecadou muitas cestas. Ele falou que doaria cinco para eu me manter, já que estou parado. Eu tirei uma para mim e pensei em doar as outras quatro, porque não achei justa ficar com as cinco já que outras pessoas da minha classe estão passando necessidade. Aí surgiu a ideia de fazer o grupo e os outros músicos abraçaram a ideia”, afirmou.

Quem tiver interesse em ajudar o grupo, pode entrar em contato com Pedro Maia, pelo telefone (22) 99997-9825.

Redação
Redação Administrator
O Milênio