Morre motoboy baleado durante trabalho em São João da Barra

De acordo com familiares, Márcio passou a trabalhar como motoboy para conseguir um dinheiro extra durante a pandemia

Márcio foi fazer uma entrega em Atafona, onde foi baleado - Foto: Rede social

Morreu na madrugada desta segunda-feira (25) o motoboy Márcio Guimarães, de 40 anos, no Hospital Ferreira Machado (HFM), em Campos. Ele foi baleado enquanto fazia a entrega de um lanche na Rua Dionísio Cardoso Barboza, no distrito de Atafona, em São João da Barra.

A vítima, que inicialmente foi internada no Hospital Santa Casa de Misericórdia, foi transferida para o HFM devido a gravidade dos ferimentos. Ele passou por uma cirurgia, mas não resistiu. De acordo com o HFM, o homem foi atingido por três tiros: dois na região torácica e um no braço. Até o momento, não há informações sobre a autoria do crime.

A morte de Márcio foi lamentada nas redes sociais. De acordo com familiares, ele passou a trabalhar como motoboy para conseguir um dinheiro extra durante a pandemia do coronavírus. Ele tinha dois filhos, era proprietário de um bloco carnavalesco e também trabalhava na assessoria da Prefeitura de São João da Barra.

O corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Campos. O homicídio é investigado na 145ª Delegacia de Polícia (São João da Barra).

Redação
Redação Administrator
O Milênio