Ministério Público recomenda lockdown no Estado do Rio de Janeiro

A recomendação tem o objetivo de tentar evitar o avanço da Covid-19 nas cidades

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) fez uma recomendação ao Governo do Estado do Rio de Janeiro que seja feito um lockdown em todo o território fluminense para reduzir o avanço da Covid-19. O lockdown é um protocolo de isolamento que geralmente impede que pessoas, informações ou carga saiam de uma determinada área.

A forma e os limites territoriais de incidência dessas novas medidas recomendadas devem ser decididas pelo gestor público, tendo por base estudos técnicos sustentados em evidências científicas e em análises sobre as informações estratégicas em saúde, vigilância sanitária e epidemiológica, mobilidade urbana, segurança pública e assistência social.

De acordo com o MPRJ, o documento considera, entre outras diretrizes, indicações da Organização Mundial da Saúde (OMS), da Organização Panamericana da Saúde (Opas) e do Ministério da Saúde, no sentido  de que o bloqueio total “é eficaz para redução da curva de casos e para dar tempo para reorganização do sistema em situação de aceleração descontrolada de casos e óbitos”.

O MPRJ recomenda que seja editado um decreto, para vigorar pelo prazo de 15 dias (renováveis), com base em estudos técnicos elaborados pelo Estado e Município, bem como os da Fiocruz, UFRJ, UFF, da Sociedade de Infectologia do Rio de Janeiro, do Conselho Nacional de Saúde entre outros, levando em consideração a análise de dados e peculiaridades econômicas, sociais, geográficas, políticas e culturais, respectivamente, do Estado. Ainda segundo o MPRJ, essas medidas devem contemplar diretrizes como a proibição de atividade não essencial, como acesso de pessoas a espaços de lazer públicos como calçadões, praças, funcionamento de comércios não essenciais, além da proibição de circulação de veículos nas ruas, nas áreas mais críticas definidas pelo próprio governador.

Redação
Redação Administrator
O Milênio