Médicos da UPA de Campos fazem nova paralisação nesta terça-feira

O motivo é o atraso do pagamento dos salários. Apenas os atendimentos emergenciais foram mantidos nas unidades

Médicos da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), em Campos, realizam uma nova paralisação nos serviços nesta terça-feira (7). O motivo é o atraso do pagamento dos salários. Apenas os atendimentos emergenciais foram mantidos nas unidades.

Os profissionais questionam o atraso do pagamento do mês de outubro. O Sindicato dos Médicos de Campos (Simec) comentou sobre a paralisação. “Representantes do Instituto dos Lagos Rio, Organização Social (OS) responsável por repassar o pagamento dos médicos da UPA-Campos, teriam afirmado, durante reunião realizada no último dia 25, que os salários relativos ao mês de outubro seriam pagos entre os dias 30 de novembro e 05 de dezembro. No entanto, o pagamento não foi feito. A Diretoria Efetiva do sindicato reitera a fundamental importância da manutenção da pontualidade do pagamento dos vencimentos salariais dos trabalhadores e comunica que está adotando as medidas cabíveis para a breve solução do caso”, diz a nota.

No final de outubro, os médicos também fizeram uma paralisação para exigir o pagamento do salário de setembro, que também estava atrasado. Depois do pagamento ,os funcionários retornaram aos serviços.

A equipe de reportagem do jornal O Milênio entrou em contato com a Secretaria de Estado de Saúde para saber um posicionamento oficial sobre o atraso nos pagamentos, mas ainda não houve resposta.

Redação Administrator
O Milênio

Comentários