Interdição no cruzamento da 28 de Março com a Beira-Valão provoca congestionamento

Motoristas reclamam de não terem sido avisados e também questionam a falta de guardas municipais para orientarem.

Foto: O Milênio

Motoristas que passaram pelo cruzamento da Avenida 28 de Março com a José Alves de Azevedo (Beira-Valão), no Centro de Campos, sofreram com o trânsito intenso. A área foi interditada e provocou um nó no tráfego de veículos.

A equipe de reportagem do jornal O Milênio recebeu reclamações de dezenas de leitores. Guardas municipais não foram vistos na região para orientar o trânsito que teve um congestionamento de cerca de uma hora durante este sábado (12).

Um dos leitores comentou a situação. “Eu não entendo o motivo de interditar o ponto mais movimentado da cidade sem avisar antes. Como a prefeitura autoriza isso? A interdição deveria ter sido feito de madrugada para não atrapalhar muito o trânsito. Mesmo com as pessoas viajando, tivemos um trânsito intenso. Imagina se não fosse feriado. Como ficaria o trânsito em um dia normal?”, afirmou o comerciante José Leite.

A interdição continua neste domingo (13) e é realizada pelo Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) para que a concessionária Água dos Paraíbas realize um reparo. Procurada para comentar a situação, a prefeitura de Campos informou que o solo apresentou problemas graves com risco de abrir um buraco na pista e que o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) aguardava o melhor momento para a autorização, mas segundo a concessionária, o problema chegou a um limite de risco onde o abastecimento de água de pelo menos metade da cidade poderia ficar prejudicado. Por isso, o reparo iniciou-se neste sábado (12) para aproveitar o feriado e dar tempo da obra ser concluída até a madrugada de segunda-feira (14).

Redação
Redação Administrator
O Milênio