Inscrições abertas para a “Mater Ecclesiae” na Diocese de Campos

O curso proporciona formação acadêmica na Fé Cristã Católica

Foto: Pascom Diocese Campos

Estão abertas as inscrições para a Escola Eclesiástica de Estudos Bíblicos e Teológicos “Mater Ecclesiae”. As aulas começam no mês de março, as inscrições podem ser feitas nas secretarias do Santuário Redentorista Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Catedral Diocesana, Paróquias São Benedito e a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro IPS.

Objetivo da Escola “Mater Ecclesiae” é capacitar o leigo cristão, como católico consciente. O curso é adequado para professores, catequistas e agentes de pastorais e movimentos, pois proporciona formação acadêmica na Fé Cristã Católica. Ao final do curso é emitido um certificado reconhecido pela Mitra Diocesana de Campos, nome jurídico da Diocese. Dentre as matérias estudas estão Teologia Moral, História da Igreja, Escatologia, Doutrina Social da Igreja, Direito Canônico, Pastoral da Comunicação, Liturgia, dentre outros. O curso acontece nas dependências da Escola Sagrada Família, no Santuário Redentorista Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, sempre as segundas e terças-feiras. Para mais informações 2722-1759, falar com D. Néli) e (22) 9 99018263 falar com Paulo Carneiro.

Histórico – Em 16 de março de 1992, Dom João Corso oficializava, a nível diocesano, a criação da Escola Eclesiástica de Estudos Bíblicos e Teológicos “Mater Ecclesiae”, filiada a Escola Superior de Catequese “Mater Ecclesiae” da Arquidiocese do Rio de Janeiro, sendo o Coordenador Geral o então Professor Pe. José Geraldo e Diretor Executivo Professor Paulo Carneiro.

O sistema de avaliação continuava o mesmo, bimestral, com aprovação semestral por Módulo, no mesmo período noturno e a duração do curso seria não mais de três (3) anos, como no Rio, mas sim de três anos e meio, pois algumas matérias sofreram alteração na sua estrutura, devido dificuldades de assimilação por parte dos alunos, ampliando o número de módulos, como Sagrada Escritura e Teologia, não sem antes solicitarmos autorização de Dom Estevão, após, exposição de motivos.

Redação
Redação Administrator
O Milênio