Origem do cheiro de gás que atingiu regiões de Campos, é descoberta

A abertura de uma válvula de segurança do reator anaeróbico da estação de tratamento de águas residuais foi apontada pela empresa Corbion como responsável pelo forte odor de gás que assustou moradores de várias regiões de Campos entre o final de agosto e início de setembro.

Segundo a empresa, o problema foi relatado para o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) nessa terça-feira (15), por meio de um documento, onde foram detalhadas as ações para correção e prevenção para que não ocorra novamente o problema. “A transparência em relação aos órgãos reguladores, à comunidade que nos rodeia e aos meios de comunicação sempre foi algo de que nos orgulhamos e assim continuará. A Corbion está, como sempre estará, à disposição para fornecer todas as informações necessárias aos órgãos fiscalizadores como o Inea”, diz a nota da empresa.

Buscando solucionar o caso, a unidade da empresa em Campos chegou a ser visitada por órgãos de fiscalização que se mobilizaram ainda no início do mês, assim como outros locais que poderiam ter originado o vazamento.

Redação
Redação Administrator
O Milênio