IFF prepara retorno às aulas e oferece chip para alunos

Foto: Divulgação IFF

Se preparando para o retorno das aulas de forma on-line, o Instituto Federal Fluminense (IFF) divulgou nesta segunda-feira (31), que os estudantes têm até o dia 11 de setembro para fazer seu cadastro para receber um chip de acesso à internet, com 20GB mensais, por meio do projeto Alunos Conectados do Ministério da Educação e da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (MEC/RNP).

O objetivo é possibilitar que todos os alunos da instituição possam desenvolver as atividades acadêmicas remotas, fora do campus de sua instituição de ensino, de forma emergencial, em adaptação e inclusão, no contexto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Deverão ser atendidos cerca de 906 mil estudantes em todo o Brasil, em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Os interessados devem preencher o formulário disponível no endereço https://bit.ly/2QzziyM.

Para participar, o estudante tem que estar matriculado em um dos cursos presenciais do Instituto – nível técnico, graduação, pós-graduação e FIC ofertados por itinerários formativos – e ter renda familiar per capita de até 1,5 salários mínimos, embora os que serão atendidos prioritariamente serão os estudantes que tenham até 0,5 salários mínimos. Todas as orientações estão no Edital N.º 86. A listagem dos estudantes contemplados será divulgada no primeiro dia útil após o final das inscrições, e a data prevista para a distribuição dos chips é entre 15 a 20 dias após o resultado.

Os calendários letivos dos campi do Instituto Federal Fluminense de Campos, que estavam suspensos desde o dia 16 de março, foram reabertos nesta segunda-feira (31). A reabertura do calendário acadêmico não significa o início da contagem imediata dos dias letivos. A reabertura do calendário é uma prévia autorização para que os campi iniciem suas atividades a partir dos seus planejamentos. “ Nós precisamos abrir o calendário para informar ao Ministério da Educação e para que a gente possa dar prosseguimento às nossas ações, inclusive a solicitação de recursos de conexão de internet e aquisição de equipamentos”, afirmou o reitor Jefferson Manhães.

Redação
Redação Administrator
O Milênio