Greve nacional: motoboys de aplicativos de Campos não paralisam serviços

Os profissionais preferiram não parar as atividades para atender a demanda de clientes e para não sofrerem prejuízo

Foto: Arquivo

Muitos dos motoboys de aplicativos de Campos não irão paralisar os serviços nesta quarta-feira (1º), dia em que está sendo promovida uma greve nacional da mesma categoria de profissionais em várias regiões do país.

O objetivo dos motociclistas que aderiram à greve é pedir por melhores condições de trabalho, medidas de proteção contra os risco de infecção pelo novo coronavírus e mais transparência na dinâmica de funcionamento dos serviços e das formas de remuneração.

De acordo com a Associação de Motoboys de Campos, os profissionais decidiram não paralisar totalmente as atividades para que não haja um grande prejuízo em meio a um período de instabilidade na economia e também para atender a demanda dos clientes, porém a organização afirma também que foi preparada uma programação específica para que os associados se manifestem sobre as reivindicações.

Redação
Redação Administrator
O Milênio