Greve anunciada por médicos de Campos gera medo em pacientes

A greve está prevista para acontecer na próxima semana.

Foto: Arquivo/O Milênio

Os médicos da rede pública de Saúde de Campos decidiram entrar em greve a partir da próxima quarta-feira (7). Algumas unidades públicas terão as atividades paralisadas, de acordo com o Sindicato dos Médicos de Campos. O anúncio causou medo em alguns pacientes que dependem do sistema público.

De acordo com o sindicato, o principal motivo da paralisação é o adiamento do pagamento de gratificação especial para os médicos. Outra medida que causou insatisfação nos doutores foi o fato de a prefeitura obrigar os profissionais a fazerem um registro no ponto eletrônico a cada seis horas trabalhadas.

“Eu dependo dos hospitais públicos da cidade por não ter condições de pagar consultas particulares. Tenho diabete e meu marido está internado no Hospital Geral de Guarus com dificuldades respiratórias. A greve me afetaria diretamente e pode causar consequências sérias. Espero que os órgãos responsáveis procurem esses médicos e entrem em um acordo com eles o mais cedo possível”, disse a ambulante Maria das Dores.

Procurada pela equipe de reportagem do jornal O Milênio, a prefeitura ainda não emitiu uma nota oficial sobre o anúncio da greve.

Redação
Redação Administrator
O Milênio