Funcionários RPAs realizam novo protesto e interditam ponte em Campos

Manifestantes afirmam que não são pagos há seis meses e relatam que estão tendo dificuldades para pagar contas que se atrasaram

Foto: O Milênio

Funcionários que atuam por Recibo de Pagamento Autônomo (RPA) da Prefeitura de Campos, realizaram um novo protesto e fecharam a subida da Ponte General Dutra, no Centro, nesta segunda-feira (22). Profissionais que foram demitidos recentemente pelo governo municipal, também participaram da manifestação.

Foto: O Milênio

Durante o ato, foi ateado fogo em galhos e pneus. O trânsito foi totalmente interditado. Os manifestantes pediram o pagamento dos salários que seguem atrasados. Alguns afirmam que não recebem o depósito há seis meses e relatam que estão tendo dificuldades para pagar contas que se atrasaram devido a falta de dinheiro.

“Eu estou há seis meses sem receber nada. Continuo trabalhando firmemente pois meu trabalho é importante e não posso abrir mão do emprego agora em um momento de instabilidade econômica. Assim como eu, muitos estão com contas atrasadas porque não recebem nada. Precisamos de mais respeito”, afirmou um manifestante que preferiu não ter o nome revelado com medo de represália.

Essa é a terceira manifestação que os profissionais da categoria fazem no mês de junho. Em nota, a Prefeitura de Campos afirma que estuda uma forma de realizar os pagamentos dos funcionários RPAs e que o atraso se justifica pela queda na arrecadação de recursos do governo municipal.

Redação
Redação Administrator
O Milênio