Equipe de reportagem da Inter TV é hostilizada antes de entrada ao vivo em Campos

O jornalista Cléber Rodrigues e o cinegrafista Ravy Azevedo sofreram ameaças de agressão

Foto: Reprodução/Inter TV Planície

Uma equipe de reportagem da emissora Inter TV Planície, afiliada da Rede Globo, foi hostilizada por um grupo de comerciantes em Campos. O repórter Cléber Rodrigues e o cinegrafista Ravy Azevedo estiveram no local para fazer uma entrada ao vivo para o jornal RJ1, mas acabaram sendo surpreendidos por um pequeno grupo de permissionários que não queriam ser filmados e que criaram um tumulto.

Após sofrerem ameaças de agressão, os profissionais se retiraram da região e fizeram a entrada em outro local. De acordo com a emissora, a equipe se posicionava em frente ao camelódromo, no momento em que foi alvo de ofensas dos ambulantes. Os repórteres iam falar de uma carreata dos comerciantes da cidade que pedem a suspensão das medidas de quarentena. Respeitosamente, os jornalistas pediram compreensão já que estavam apenas realizando a cobertura da manifestação, mas foram impedidos de realizar a atividade.

Ninguém foi agredido fisicamente. Após os xingamentos e ameaças, a equipe precisou de deslocar para um outro ponto da cidade para conseguir entrar ao vivo. Durante a participação no RJ1, Cléber lamentou o caso. “Estávamos preparados para fazer uma entrada ao vivo, de forma imparcial, sobre a carreata que pediu a reabertura do comércio e para falar também sobre o posicionamento dos órgãos de segurança. Tivemos que passar por essa situação triste. Ouvimos muito xingamentos que se iniciaram por um grupo de ambulantes que acabou inflamando outras pessoas que estavam ao redor. Nós vamos seguindo com o compromisso que é a informação de qualidade e imparcial”, afirmou.

Por meio das redes sociais, vários telespectadores repudiaram o acontecimento e deram apoio para os jornalistas.

Redação
Redação Administrator
O Milênio