Em meio à crise, presidente do Goytacaz pede afastamento do cargo

A foto mostra uma reunião entre o presidente e alguns membros do Conselho do Goytacaz #PraCegoVer

Dartagnan Fernandes, presidente do Goytacaz, pediu afastamento temporário do cargo, na noite dessa sexta-feira (8). De acordo com o dirigente, ele se afastou porque está com problemas de saúde. A saída acontece em meio à uma grave crise enfrentada pelo alvianil.

Com a decisão de Dartagnan, quem assume o cargo temporariamente é o atual presidente do Conselho Deliberativo, Antônio Carlos Soares Amaral. Por meio das redes sociais, Dartagnan comentou o afastamento. “Vivi um dos dias mais triste que um ser humano possa viver, mas vida que segue. O meu amor pelo Goytacaz nunca vai deixar de existir. A minha decisão de pedir licença do cargo de presidente vai além dos problemas com a minha saúde que preciso cuidar, mas não vou esquecer dessas pessoas que usaram as mídias sociais para me ofender, e acima de tudo, denegrir a imagem de uma família, podem ter a certeza que essas pessoas um dia irão se arrepender, mas pode ser tarde demais”, disse.

Inicialmente, o presidente ficará afastado por 45 dias. O clube campista está enfrentando uma das piores crises da história. Atualmente, o alvianil disputa a Série B1 e briga para não cair para a Série B2 (quarta divisão). Em cinco rodadas, o clube perdeu três e empatou duas. Atualmente, ocupa a lanterna do Grupo B da Série B1.

Redação Administrator
O Milênio

Comentários