Eleitora é detida após tirar foto de urna durante eleição em Silva Jardim

A foto mostra a movimentação no Colégio Estadual Sérvulo Mello, um dos pontos de votação na cidade #Pracegover

Uma mulher foi detida neste domingo (12) após tirar foto da urna de votação na eleição suplementar que acontece na cidade de Silva Jardim, no interior do Estado do Rio de Janeiro. O caso aconteceu no Colégio Estadual Sérvulo Mello.

A prisão aconteceu depois que a eleitora foi flagrada fotografando a urna. O flagrante foi feito pelos fiscais do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), que receberam a informação de que ela estava manuseando o celular no momento da votação.

A mulher foi levada para a 120ª Delegacia de Polícia (Silva Jardim), mas já foi liberada.

Segundo a Polícia Civil, um fiscal de um partido político percebeu que a mulher tinha entrado com o aparelho celular na cabine e avisou aos fiscais do Tribunal Regional Eleitora do Rio de Janeiro (TRE-RJ). O ato é considerado crime eleitoral por violar o sigilo do voto. A eleitora foi levada para 120ª DP, teve o celular devolvido e foi liberada.

Uma mulher foi detida na manhã deste domingo (12) após ser flagrada tirando foto da urna de votação durante a eleição suplementar de Silva Jardim, no interior do Rio. O fato foi constatado por volta das 10h no Colégio Estadual Sérvulo Mello, localizado no centro da cidade.

Segundo a Polícia Civil, um fiscal de um partido político percebeu que a mulher tinha entrado com o aparelho celular na cabine e avisou aos fiscais do Tribunal Regional Eleitora do Rio de Janeiro (TRE-RJ). O ato é considerado crime eleitoral por violar o sigilo do voto. A eleitora foi levada para 120ª DP, teve o celular devolvido e foi liberada.

Os eleitores de Silva Jardim estão indo às urnas neste domingo (12) para escolher o novo prefeito e vice-prefeito que vão assumir o governo municipal até o dia 31 de dezembro de 2024.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários