Educação de Campos prevê retomada da aprendizagem em fevereiro com aulas não presenciais

A Secretaria Municipal de Educação, Ciência & Tecnologia (Seduct) está planejando a retomada da aprendizagem e o início do ano letivo de 2021 no mês de fevereiro, além de estar avaliando experiências positivas de ensino não presencial em outros municípios.

O secretário, Marcelo Feres, realizou uma reunião online com o secretário de Educação de Florianópolis, Maurício Fernandes Pereira. Na reunião, o secretário de Florianópolis apresentou os pontos positivos do ensino não presencial. “Os alunos precisam se adaptar à questão da tecnologia, à digitalização, pois esta é uma necessidade do presente e será ainda maior no futuro”, afirmou Maurício.

Marcelo Feres destacou que “o objetivo específico desta reunião foi conhecer as práticas de gestão e de ensino realizadas pela rede municipal de ensino de Florianópolis. Diversas experiências inovadoras foram implementadas em Florianópolis e algumas serão avaliadas e possivelmente adaptadas em nosso município. O mundo está cada vez mais digital e a educação também precisa seguir esta tendência. O desafio para a retomada da aprendizagem na rede municipal de Campos é muito grande, mas estou certo que, com a ajuda dos profissionais, o município avançará na qualidade da educação”.

Esta reunião teve ainda a participação do diretor de Planejamento e Dados Educacionais da Secretaria de Educação de Florianópolis, Eduardo Savaris Gutierres; e da subsecretária da Seduct, Suzana Macedo. Eduardo Savaris falou sobre o uso de chips de dados de celular com internet para os estudantes. “Os chips são utilizados para fins educacionais, como para transferência dos estudantes, corte de acesso, lives nas redes sociais, para os alunos aprenderem a acompanhar as aulas. Nos inspiramos na experiência do Estado do Maranhão, com chips de internet que gerou uma evolução muito grande na educação”, afirmou Eduardo.

Redação
Redação Administrator
O Milênio