Diocese de Campos faz campanha de arrecadação de alimentos e roupas para vítimas da enchente

Foto: Pascom Diocese

A Diocese de Campos, por meio das Paróquias Senhor Bom Jesus e Paróquia São José, na cidade de Bom Jesus do Itabapoana, Noroeste Fluminense, iniciou uma campanha de arrecadação de donativos como roupas, alimentos, água e colchonetes, para as vítimas da enchente na cidade.

Estragos causados pela enchente – Foto: Pascom Diocese

A iniciativa surgiu após a elevação do nível do Rio Itabapoana, após o aumento do volume das águas provenientes da região da zona da mata mineira. Levantamento da Defesa Civil do município apontou que apenas na cidade são pouco mais de 500 pessoas, entre desabrigados e desalojados. Há o risco de deslizamento de terra, em áreas mais elevadas.

As doações podem ser entregues nas secretarias das duas paróquias, ou ao final das missas. Além de mantimentos, também estão sendo arrecadados roupas e toalhas. Por meio de nota nas redes sociais, o bispo diocesano de Campos, Dom Roberto Francisco Ferrerìa Paz, manifestou solidariedade as famílias e que a Igreja fará o seu papel de saída e acolhimento. “Vimos através desta abraçar as inúmeras famílias desabrigadas e desalojadas em todo o norte e noroeste fluminense. Sabemos o que significa em termos de perdas deixar uma casa ou até certamente mais sagrado e precioso vidas humanas e de criaturas que amamos. Sintam -se unidos a uma grande corrente de oração e solidariedade que expressará em gestos concretos a partilha fraterna para recomeçar. Que O Deus de toda consolação esteja convosco e faça brilhar a sua luz amorosa!”, afirmou a nota de Dom Roberto.

Igreja Matriz São José, em Cardoso Moreira – Foto: Pascom Diocese

Além da cidade de Bom Jesus do Itabapoana, outros municípios da Diocese de Campos também estão sofrendo com o alagamento dos rios. O nível do Rio Pomba deixou as cidades de Santo Antônio de Pádua e Aperibé em alerta, várias ruas já foram atingidas. Em Itaperuna, o nível do Rio Muriaé, já fez a água atingiu a Avenida Cardoso Moreira, no Centro. Mesma situação vivenciada por Italva e Cardoso Moreira, que chegou a ter Igreja Matriz São José inundada pela água.

Já o Rio Carangola alagou mais da metade das cidades de Natividade e Porciúncula. O padre Thiago Linhares, pároco de Santo Antônio de Porciúncula, tem solicitado doações de alimentos. A Paróquia chegou a solicitar auxílio de um barco, para fazer os mantimentos chegar a algumas vítimas. “Aproveito para me unir em oração a todos os atingidos para que Deus lhes sustente a esperança e não permita que esmoreçamos. Convoco aos paroquianos a estarem de prontidão a servirem aos mais necessitados assim como aos voluntários, vencendo aquilo que o papa chama de a ‘Ditadura da Indiferença’. Nossa Paróquia está fazendo tudo que está a seu alcance para contribuir neste momento de imensa tristeza para nossa cidade”, afirmou o Pe. Thiago.

Em Campos, uma parceria foi formada entre a Diocese e a Câmara de Dirigente Lojista (CDL), para arrecadação dos mantimentos para os afetados pelas enchentes no Noroeste Fluminense. As doações poderão ser entregues na sede da CDL, na Avenida Sete de Setembro, 274/280, durante o horário comercial.

Fonte: Pascom Diocese

Redação
Redação Administrator
O Milênio