Delegado de Campos ganha destaque na web após se recusar a dar entrevista sem máscara do Fluminense

O policial chamou a atenção do atacante Fred, ídolo do clube carioca

Reprodução

Atuando há 18 anos na Polícia Federal (PF), o delegado da unidade da corporação em Campos, Paulo Cassiano, viralizou na internet nesta semana e não foi pelo desempenho no trabalho, e sim, por ter se negado a tirar a máscara de proteção facial que tem como estampa o time do coração dele, o Fluminense, durante uma entrevista para uma emissora local. A atitude foi comentada pelo jogador e ídolo do time, Fred.

O delegado se mostrou surpreso com a repercussão que o caso ganhou. “A repercussão foi enorme! Recebi mensagens de muitos amigos e de torcedores de todo o país. Meu número de seguidores no Twitter multiplicou por nove em poucas horas. Fiquei bastante surpreso, pois considero a minha reação absolutamente natural”, escreveu. Segundo Paulo, a entrevista era para falar sobre as irregularidades de eleitores e candidatos durante as eleições e o repórter pediu que ele usasse uma máscara neutra, porém, ele só aceitou dar entrevista se fosse usando a máscara com a estampa do Fluminense .

A atitude foi elogiada por vários tricolores na internet e chamou a atenção do atacante Fred que chegou a pedir aos torcedores que encontrassem o perfil do delegado na rede social. “Cadê o insta do homem? Bora seguir”, escreveu o jogador.

Paulo Cassiano é conhecido no município por já ter liderado grandes operações policiais como a Operação Chequinho, que investiga o uso do programa Cheque Cidadão para compra de votos em Campos.

Redação Administrator
O Milênio

Comentários