Covid-19: grupo faz ação de agradecimento aos profissionais de saúde em Campos, Itaperuna e Quissamã

Os voluntários irão distribuir 350 kits para agradecer aos profissionais na luta contra a pandemia do coronavírus

A foto mostra o kit que será distribuído pelos voluntários #Pracegover - Foto: Leitora/O Milênio

Diante das inúmeras consequências negativas trazidas pela pandemia à sociedade, entre os dias 30 de agosto e 03 de setembro de 2021, o Programa “Mãos que Ajudam” realizará a ação “Mãos que Ajudam a Aliviar a Pandemia”. O projeto foi desenvolvido pela A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e acontecerá nas cidades de Campos dos Goytacazes, Itaperuna e Quissamã.

O projeto é nacional e tem como objetivo realizar ações por meio de voluntários em todo o país para amenizar os efeitos da pandemia. Em todo o Brasil têm sido realizado ações de doação de sangue, doação de kits de higiene, campanhas de agasalho, campanhas de arrecadação de alimentos, agradecimentos a profissionais de saúde de hospitais e laboratórios, dentre outras.

A coordenação do programa nos municípios de Campos dos Goytacazes, Itaperuna e Quissamã escolheu como ação a distribuição de 350 kits de agradecimento aos profissionais de saúde que estão trabalhando na campanha de vacinação contra a Covid-19. A diretora de comunicação da igreja em Campos comentou sobre a campanha. “Escolhemos estes profissionais para representarem todos os profissionais da área de saúde que vêm trabalhando arduamente no combate a Covid-19. Estes profissionais merecem todo nosso carinho, respeito e agradecimento”, disse Ana Paula Caputo.

Além dos postos de vacinação destes municípios, o programa irá distribuir os mesmos kits aos servidores dos gabinetes de crise de combate ao Covid-19 destas prefeituras. O Mãos que Ajudam é um programa permanente de ajuda humanitária e de serviço comunitário, que mobiliza milhares de voluntários de todas as idades, membros e amigos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Brasil, estendendo a mão a quem precisa. Todos os anos o Programa se engaja em ações de voluntariado por meio de confecção de máscaras de proteção, reformas em escolas públicas; assistência a hospitais, orfanatos, creches e asilos; recuperação e limpeza de praças, parques e praias e doação de sangue, além de mão de obra voluntária e ajuda material em situações de emergência e calamidade pública.

Redação Administrator
O Milênio

Comentários