Conversões de veículos para GNV crescem 74% no Brasil em 2022

A foto mostra o GNV instalado no porta-malas de um carro #PraCegoVer - Foto: Arquivo

Levantamento da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), divulgado nesta quarta-feira (27), mostra que o número de conversões de carros para Gás Natural Veicular (GNV) cresceu 74% no país no primeiro semestre de 2022 na comparação com o mesmo período de 2020.

A mudança é motivada pela alta dos combustíveis. Só nos seis primeiros meses deste ano, quase 70 mil carros passaram a adotar o GNV.

Em números absolutos foram 67.487 veículos modificados em 2022, frente a 38.747 em 2020. Em 2021, primeiro ano da alta do preço dos combustíveis, o aumento no mesmo período havia sido de 86,65%.

O uso de GNV, no entanto, requer cuidados extras. Na terça-feira (26), um carro explodiu durante o abastecimento do cilindro em um posto de combustíveis na Zona Norte do Rio.

O motorista ficou gravemente ferido e chegou a ser levado ao hospital, mas morreu na madrugada desta quarta-feira (27). Uma mulher que passava pelo local também também precisou de atendimento médico, mas já teve alta.

Os frentistas não se feriram, mas disseram que a explosão foi no cilindro de gás do veículo, que estava em mau estado de conservação, enferrujado.

Aquiles Pisanelli, presidente da Associação Nacional dos Organismos de Inspeção, explica que a inspeção de segurança veicular é indispensável na prevenção de acidentes.

“Todos os acidentes em carros com sistemas GNV aconteceram, comprovadamente, em veículos que estavam em situação irregular e sem as inspeções periódicas em dia”, diz.