Concessionária Enel explica diferença nas contas de luz e afirma que não há golpe

Com uma diferença na apresentação do formato da conta de luz emitida pela concessionária Enel, houve uma confusão entre alguns consumidores. Preocupados sobre um possível golpe, leitores do município de Campos enviaram mensagens para o jornal O Milênio, que entrou em contato com a empresa para esclarecer a questão.

Os consumidores estranharam o fato de alguns boletos estarem vindo com registro do Banco do Brasil, o que antes não acontecia. Em nota, a Enel tranquilizou a população das regiões que são de responsabilidade da concessionária e esclareceu a dúvida.

– A Enel esclarece aos clientes que boletos registrados do Banco do Brasil, cujo beneficiário do pagamento seja a Ampla Energia e Serviços, são válidos e podem ser utilizados pelos clientes para o pagamento das faturas. A medida visa a facilitar o processo de pagamento, reduzir fraudes, evitar pagamentos em duplicidade e ainda permitir a quitação da conta, sem a necessidade da fatura usando o DDA (Débito Direto Autorizado) dos bancos. Quem recebeu o boleto da Enel com código de barras também pode utilizá-lo com tranquilidade para o pagamento da fatura, preferencialmente por meios digitais – diz o comunicado.

Confira a diferença entre os boletos!

Redação
Redação Administrator
O Milênio