Comerciantes do Farol, em Campos, admitem possibilidade de demissão em massa

Foto: Divulgação

Os comerciantes da Praia do Farol de São Thomé, em Campos, admitem que em meio ao momento de crise financeira, o setor do comércio pode ter demissões em massa, principalmente depois que o município entrou em um novo lockdown no último dia 19. Para evitar que os funcionários sejam dispensados, os empresários querem que a prefeitura libere o funcionamento do setor comercial.

Nesta semana, a Associação de Comerciantes e Hoteleiros do Farol de São Thomé se reuniu com os associados e outros comerciantes da praia campista para conversar sobre o futuro das empresas. O motivo é a publicação do Decreto Municipal nº 026/2021, que determinou o fechamento temporário do comércio de Campos. O lockdown prejudica diretamente os estabelecimentos do Farol, que estão na alta temporada, período em que os comerciantes da praia campista usam o verão para ganhar dinheiro para sobreviver no inverno.

De acordo com a Associação de Comerciantes e Hoteleiros do Farol de São Thomé, os empresários chegaram a conclusão de que se o lockdown se estender por mais de uma semana, as demissões acontecerão em massa. Tal situação caótica é um problema que aflige não só o comércio da praia campista, mas, de todo o município. Uma nova reunião entre a prefeitura e entidades comerciais foi marcada para debater o problema.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários