Com riscos de novas ressacas no mar, Cabo Frio estende alerta até domingo

A Defesa Civil recomenda que banhistas evitem de entrar no mar.

Foto: Ascom/Cabo Frio

A Defesa Civil de Cabo Frio estendeu o estado de alerta até o próximo domingo (21). A Secretaria de Obras, Comsercaf, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros atuam de forma conjunta na manhã desta sexta-feira (19) para retirar dois postos de salvamento na Praia das Dunas. Uma forte ressaca atinge o litoral do estado do Rio desde a quarta-feira (17).

O posto salva-vidas da localidade conhecida como “Balneário”, na altura do Braga, foi danificado pela força das ondas e está sendo desmontado para que se evite a perda de todo o conjunto. O posto da Praia das Dunas também será desmontado.

Em frente à Avenida Nilo Peçanha, a força das ondas deslocou a base de pedras sob o deck de madeira e danificou algumas rampas. O local foi isolado pela Defesa Civil.
Segundo a Marinha do Brasil, os ventos fortes que provocam as ondas devem permanecer, pelo menos, até o próximo domingo (21). As recomendações são para que se evite o banho de mar em áreas que estejam em condições de ressaca, a prática de esportes no mar, a permanência em locais próximos ao mar durante o período de ressaca, como em rochedos, cais e decks.

Banhistas devem seguir as orientações do Corpo de Bombeiros, pescadores devem evitar navegar durante o período de ressaca e que não se entre no mar para possíveis resgates a vítimas de acidente, devendo ser acionadas, imediatamente, as equipes do Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

“Por enquanto, o que podemos fazer é continuar monitorando os locais que oferecem maior risco aos banhistas e a situação do deck da Praia do Forte. Assim que os ventos acalmarem e as ondas diminuírem, o foco será a segurança das equipes da Secretaria de Obras que vão realizar o reparo” afirmou Josué Veloso, coordenador da Defesa Civil de Cabo Frio.

Redação
Redação Administrator
O Milênio