Com risco de serem despejadas de imóveis da Santa Casa, famílias protestam em Campos

Foto: Divulgação

Famílias que correm o risco de serem despejadas de imóveis que ficam na Rua Tenente Coronel Cardoso, antiga Formosa, no Centro de Campos, protestaram nesta quinta-feira (19). Os imóveis pertencem ao Hospital Santa Casa de Misericórdia, que conseguiu na Justiça uma ação de reintegração de posse, marcada para acontecer na próxima terça-feira (24).

Os moradores fecharam a rua com móveis, onde estavam pendurados cartazes informando sobre o despejo. Eles moram no local há cerca de 20 anos e afirmam não ter para onde ir. Em nota, o hospital explicou que entrou com a ação por estar passando por problemas financeiros e necessitando se manter de portas abertas. “A Santa Casa de Misericórdia de Campos/RJ vem a público se pronunciar acerca da decisão judicial que determinou a reintegração de posse de imóvel localizado na Rua Tenente Coronel Cardoso (Antiga Formosa). A Santa Casa é uma instituição sem fins lucrativos que atua na área de saúde, com atendimento público e privado, sendo o atendimento público o grande foco e o principal serviço prestado. Mesmo tendo passados por inúmeras dificuldades financeiras, como atualmente passa, sempre prezamos pela alta qualidade no atendimento. Mas, para isso, é preciso recursos”, diz a nota.

O comunicado concluiu dizendo: “Há 3 anos, a tabela SUS não recebe reajuste, apesar dos preços dos insumos sofrerem influências dos mercados internos e externos. Também é sabido que o repasse municipal, que sempre foi feito com atraso, não é recebido desde fevereiro de 2020. Uma das rendas que a Santa Casa dispõe e reverte totalmente para o atendimento à saúde da população de Campos e região, é com os seus imóveis, muitos deles doados por famílias que acreditam na importância da instituição. Tradicionalmente, pessoas doam bens à Santa Casa a fim de servir como um recurso emergencial em casos de extrema dificuldade financeira, como a que temos vivido. Por isso, é obrigação da Santa Casa preservar esses bens e fazer com que o intuito deles seja cumprido”.

Houve lentidão no local, mas o trânsito já está normalizado.

Redação Administrator
O Milênio

Comentários