Com bancos fechados e comércio aberto, Centro de Campos registra pouca movimentação neste feriado

Na imagem contém o Calçadão no Centro de Campos com pouca circulação de pessoas #PraCegoVer /Foto: Divulgação ACIC

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos (CDL) e a associação Comerciantes e Amigos da Rua João Pessoa e Adjacências (Carjopa), entidades que representam o comércio do município divulgaram nesta quarta-feira (31) fotos do Centro de Campos com pouca movimentação para questionar as limitações impostas nos estabelecimentos comerciais.

Segundo as associações, a pequena movimentação aconteceu porque os bancos não funcionaram nesta quarta-feira (21), e segundo os comerciantes, as agências bancárias vêm registrando filas com aglomeração, o que não tem acontecido no setor comercial. Os bancos ficaram fechados por não terem seguido a antecipação dos feriados no início deste mês por serem considerados essenciais. Recentemente, o comércio campista ficou fechado por cerca de 20 dias, por ser considerado pelas autoridades, um dos causadores de aglomerações. Atualmente, o comércio está autorizado a funcionar de segunda a sexta-feira, de 9h às 16h.

“Na prática ficou comprovado o que já vinha sendo observado por muitos: com a redução do horário bancário e sua força de trabalho, as agências provocam imensas filas, principalmente em dias de pagamento de benefícios, como parcelas do auxílio emergencial. As entidades representativas de classe têm batido nesta tecla, afirmando que o comércio tem que voltar a funcionar no seu horário normal e que o atendimento bancário também deve voltar operando com a força normal de trabalho”, escreveu a CDL.

“Comércio funcionando (aberto). Bancos fechados. Será que é o comércio que causa aglomerações devido à “movimentação das pessoas”?”, questionou a Carjopa.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários