Coluna MDI: e-mail marketing que gera leads

Olá! Como tem passado? Hoje vamos ver como gerar resultado por meio do e-mail marketing, uma poderosa ferramenta, mas quando usada da forma certa. Antes que eu me esqueça, caso você não tenha lido minha matéria da semana passada, você pode clicar no link para acessar. Falei sobre táticas para vender imóveis todos os meses.

Email marketing é uma prática bem antiga, podemos dizer que ela é a evolução da mala direta, quando você mandava cartas para seus leads locais. Hoje em dia tem pessoas que acreditam que uma lista grande de lead é o poder, que tristeza, e espero que você não pense assim. 

Ter uma lista grande de pessoas que não deram o contato a você, significa que elas dificilmente vão te dar atenção quando você mandar um e-mail. Isso é spam! É irritante, vai para o lixo. Então, o que você deve fazer? Captar seus próprios leads!

Você precisa elaborar um planejamento de marketing para captar leads, definindo esta etapa passamos para a próxima que é alimentar os leads, esquentá-los. Uma das estratégias que podem ser utilizadas nesse processo é o e-mail marketing, disparar emails bem elaborados, com assuntos que chamem atenção, e principalmente com CTA’s, sempre defina bem o CTA ( Call to Action – Chamada para ação ). 

O e-mail marketing pode ter campanhas com objetivos variados, como engajamento, oportunidade de imóvel, brand e por aí vai. Agora a frequência, isso deve ser determinado de acordo com a resposta da sua audiência. Se você começar a disparar emails e ter poucos resultados, então é provável que a audiência esteja sobrecarregada. A frequência dos disparos de emails sempre deve ser medida com o retorno do seu público, analisando a periodicamente a taxa de abertura e a taxa de clique.

Mas mandar e-mail ainda dá resultado? Por incrível que pareça, o resultado pode ser grandioso se você fizer bem feito. Aqui na imobiliária mandávamos emails todas as semanas, com vários objetivos. Porém desde o início desse ano passamos a caprichar na copywriting dos emails e gerar mais conteúdo de valor para os leads. Qual foi o resultado?

Alcançamos uma taxa de abertura maior que 300%, e uma taxa de clique que supera os 8%. As nossas captações de leads tem aumentado mês a mês. Esse ano, mesmo com a pandemia, o setor de locação atingiu uma média aproximada de 20 locações por mês, tempo referente aos meses de janeiro a maio.

Além disso, nós criamos um programa nas nossas redes para gerar conteúdo de valor. É o “Falando de aluguel” onde descomplicamos, desmistificamos tudo sobre locação, tanto para locador quanto para locatário. 

A parte mais engraçada, alegre, motivadora de toda essa pesquisa, foi quando uma pessoa depois que recebeu o e-mail do segundo episódio do “Falando de aluguel”, entrou em contato fazendo perguntas sobre o contrato de locação do imóvel dela, esse episódio além de falar sobre contrato de locação, fez que essa espectadora percebesse algo que antes ela nem sabia que existia e recorreu a quem ela via que tinha autoridade no assunto, quem seria? Nós é claro!

Além de gerar engajamento, estamos fazendo brand, fortalecendo a marca, não é atoa que as nossas locações tem mantido uma média alta todos esses meses.

Ficou claro que fazer emails marketing é muito vantajoso. Porém tem que ser feito com capricho e direcionar o objetivo. O CTA deve ser bem elaborado, pois é ele que vai dar a direção dos resultados do e-mail. 

Mesmo nos dias de hoje, receber um e-mail pode ser tão gostoso quanto era receber uma carta há anos atrás.

Refston Dimérisson Sanques – Especialista em Marketing Digital Imobiliário (MDI)

pessoal@refston.com.br | (28) 99984-6839

refston.com.br

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários