Coluna Analisando: novo prefeito de Campos terá que enfrentar desconfiança e incerteza da população

Foto da Praça São Salvador #Pracegover - Foto: Arquivo

Neste domingo (29), iremos conhecer o novo prefeito de Campos. Os candidatos do 2º turno são Caio Vianna (PDT) e Wladimir Garotinho (PSD). Juntos, os dois receberam mais da metade de votos de todo o eleitorado do 1º turno, mas neste momento, dividem muitas opiniões e mostram que terão que enfrentar desconfiança e incerteza de uma grande parte da população.

Independentemente de quem vencer, já é certo que o prefeito eleito terá que fazer um bom trabalho para convencer os cidadãos que estão desconfiados, e essa quantidade de pessoas é alta para os dois candidatos já que as pesquisas de intenção de votos, do 1° e 2º turno, mostraram que Caio e Wladimir têm uma alta taxa de rejeição entre os eleitores. A eleição do 1º turno teve 24,92% de abstenção, 2,53% votos brancos e 5,85% votos nulos.

O pensamento de incerteza e desconfiança também pode ser justificado com base na atual situação do município, que se encontra endividado e com uma redução expressiva na arrecadação das receitas, como os royalties que são a principal fonte econômica da prefeitura e que têm caído expressivamente nos últimos anos. O novo prefeito também terá que lidar com atrasos salariais de servidores, pensionistas, aposentados, falta de repasses aos hospitais filantrópicos que têm sofrido constantemente, além de ter a missão de melhorar o cenário de recursos contra o coronavírus, que está na segunda onda.

É necessário sabedoria e conhecimento para dirigir um município com tantos problemas. Independente de quem vencer no domingo, esperamos que o novo prefeito possa governar da melhor forma possível.

Jonatha Lilargem Administrator
O Milênio

Comentários