Centro de Combate ao Coronavírus, em Campos, é criado no Hospital Beneficência Portuguesa

De acordo com a unidade,, o espaço especializado começa a funcionar ainda nesta semana

Foto: SupCom

O Centro de Combate ao Coronavírus (CCC), em Campos, funcionará no prédio novo do hospital Sociedade Portuguesa de Beneficência, localizado na área central. A ação faz parte do Plano de Contingência elaborado pelo Gabinete de Crise da Prefeitura de Campos. O CCC vai disponibilizar leitos de UTI e começa a funcionar ainda nesta semana.

Rafael Diniz destaca que equipes da Prefeitura estão há mais de uma semana trabalhando no planejamento do centro. O prefeito frisa que as ações estão sendo implantadas pelo município para enfrentar a pandemia do COVID19, que afeta todo o mundo, conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

— Desde janeiro, a Prefeitura de Campos, através da Vigilância em Saúde, vem se planejando para o enfrentamento ao coronavírus. Já adotamos diversas medidas, como os vários decretos publicados para evitar aglomerações, garantindo o isolamento social, que é o mais importante neste momento. Adquirimos e já recebemos uma grande remessa de EPIs para os profissionais da área da saúde e estabelecemos as unidades referenciadas para o atendimento inicial. Toda a equipe do Gabinete de Crise vem se empenhando para adotar as medidas necessárias, estamos em contato constante com o Ministério Público. Lamentamos que quando a união é extremamente importante, algumas pessoas se valem de um momento delicado para espalhar fake news, disseminando pânico entre as pessoas — frisou Rafael Diniz.

A Diretora da Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Campos, a infectologista Andréya Moreira, ressalta que o CCC será destinado a pacientes sendo necessária a confirmação do diagnóstico. A Prefeitura de Campos recebe do Governo do Estado os kits para a realização da testagem e mantém o atendimento inicial nas unidades de referência: Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) de Guarus, São José (Goitacazes), e de Travessão e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

– É importante frisar que as pessoas que apresentarem sintomas leves devem permanecer em casa para o devido isolamento domiciliar e as que tiverem sintomas de moderados a grave devem buscar as unidades referenciadas pela Prefeitura. Pedimos à população que colabore mantendo o isolamento social e os cuidados básicos de higiene, que são essenciais para a prevenção da doença – ressaltou Andréya Moreira.

Redação
Redação Administrator
O Milênio